segunda-feira, 31 de outubro de 2016

5º Reunião Ordinária do COMTUR São Vicente

5º  Reunião Ordinária do Conselho Municipal de Turismo de São Vicente (Gestão julho 2016/2018), que será realizada quarta-feira, dia 09 de Novembro de 2016, às 15h00, nas dependências do auditório das Oficinas Culturais, localizada na Rua Ten. Durval do Amaral, 72 - Catiapoã, na cidade de São Vicente SP.


Próximas Pautas:

1. Importância de Secretaria Exclusiva de Turismo. 

2. Disciplinar Atividades de Praia (Protocolo Gabinete Prefeito).

3. Fundo Municipal de Turismo (Fumtur) de ser gerido em Conjunto COMTUR e SECTUR (Protocolo Gabinete Prefeito).

4. Confraternização COMTUR.

5. Formação dos Grupos de Trabalho.

6. Assuntos Gerais. 

A confirmação da presença e as justificativas de ausência dos membros do COMTUR devem ser enviadas através do e-mail, antes da próxima reunião.

Agradecemos a Todos que já estão Contribuindo para uma São Vicente Melhor!
COMTUR Democrático, Participativo e Transparente.
Precisaremos da Participação Pró Ativa de Todos!

Somente com o Diálogo e a União de Esforços teremos um Turismo Consolidado e Sustentável em São Vicente.
Qualquer dúvida e sugestão ficamos à disposição,

Muita Luz...

Renato Marchesini


terça-feira, 4 de outubro de 2016

Políticas Públicas para o Circuito Turístico e Circulação de Veículos de Turismo na Baixada Santista / Livre Circulação para as Agências de Receptivo Regional.

Inclusive Segue Projeto de Lei.          

Resumo:
Este trabalho visa desenvolver o circuito metropolitano de turismo da Baixada Santista, possibilitando a integração dos municípios, levando em consideração a importância do turismo para região de forma direta e indireta e as vantagens competitivas resultantes da ação conjunta de livre circulação de veículos de turismo para as agências de viagens e turismo de receptivo regional.

Para grupos organizados que hoje desejam visitar alguma cidade da Baixada Santista, seja de van, micro-ônibus e/ou ônibus é uma verdadeira jornada conseguir tais autorizações de circulação, sendo muitas vezes até inviável devido às taxas cobradas. Algo que desestimula, e faz com que o visitante opte por realizar passeios e movimentar a economia em outros locais.

 O objetivo deste trabalho é a criação de uma Lei ou Termo de Cooperação entre as cidades que compõem a Região Metropolitana da Baixada Santista – como um Selo Metropolitano, e/ou Certificado que estabeleça a livre circulação (sem taxas e burocracias) para as Agências de Viagens e Turismo Receptivo Regional, potencializando, desta forma, os fatores de integração dos municípios (elemento comum ao conceito metropolitano) e, simultaneamente, valorizar as diversidades de cada um, de modo que possamos desenvolver e organizar o circuito metropolitano de turismo. 

Resolvendo: 
Segue (Abaixo Artigo e Projeto de Lei).